Casa Verde e Amarela: saiba o que muda com o novo programa habitacional

16 de outubro de 2020

Casa Verde e Amarela: saiba o que muda com o novo programa habitacional

O programa habitacional mais popular do país foi reformulado. Isso mesmo: o Minha Casa, Minha Vida agora tem novo nome e regras.

O objetivo é ampliar ainda mais o acesso a moradia para os brasileiros, chegando a 1 milhão de famílias no crédito imobiliário. Para isso, algumas normas foram alteradas.

  • O que é o Casa Verde e Amarela?

Conforme o Governo Federal, o programa busca “promover o desenvolvimento institucional de forma eficiente no setor de habitação e estimular a modernização do setor da construção e a inovação tecnológica”.

Entre as principais mudanças estão a redução de juros, o fortalecimento econômico e o aumento na meta de contratação de novas cartas de crédito.

  • O programa já está em vigor?

O Casa Verde e Amarela ainda não entrou oficialmente em vigor, pois é preciso que ele seja aprovado pelos parlamentares no Congresso Nacional.

A previsão é que ele comece a valer em 2021, em todo Brasil. Então é melhor já estar sabendo de tudo, não é mesmo?

E com isso não precisa preocupar-se, pois neste artigo vamos lhe explicar tudo o que você precisa saber sobre essa mudança.

A verdade é que seu sonho de conquistar a casa própria pode estar ainda mais perto. Vamos às mudanças!

  • Alteração nas taxas de juros

Pelo Minha Casa, Minha Vida, os juros possuíam uma única taxa para todo o país. A variação acontecia conforme a renda da família.

Agora, com o Casa Verde e Amarela, a taxa de juras possui mais variáveis, como a faixa de renda e a localidade do imóvel.

No site do Governo Federal é explicado que há uma redução da taxa para moradores do Norte e do Nordeste.

Para famílias com renda de até R$ 2 mil, haverá uma redução de até 0,5% nas taxas; enquanto que para famílias com renda de R$ 2 até R$ 2,6 mil, a redução será de até 0,25%.

É assim que a renda fica menos comprometida com o financiamento, o que pode facilitar o processo.

Os juros cobrados poderão chegar ao valor de 4,25% ao ano para moradores do Norte e do Nordeste. Confira a tabela com as informações, disponibilizada no site no Governo:

  • Diferentes modalidades de atendimento

Outra mudança que acontecerá é nas modalidades de atendimento. Afinal, no Minha Casa, Minha vida, o atendimento possuía uma única modalidade.

Pelo Casa Verde e Amarela são diversas modalidades que objetivam a regularização fundiária, melhoria e produção habitacional financiada.

Disponibilizada no site do Governo, esta tabela ilustra a mudança:

O que as duas tabelas mostram, afinal, é que haverá uma alteração nas novas faixas e grupos de renda.

Grupos que têm direito ao subsídio para completar o valor da moradia ou que desejam regularizar o terreno de uma casa que já possuem, poderão financiar igualmente uma moradia pelo programa Casa Verde e Amarela.

A diferença é que esses grupos possuem uma taxa de juros normatizada.

  • Utilize o FGTS

Boa notícia para os consumidores: o que acontece agora é uma redução no Spread Bancário.

Spread Bancário é a diferença do valor que o banco paga a você para captar recursos e os juros que ele cobra para empréstimo ou financiamento.

Em outras palavras isso significa que, quanto à utilização do FGTS, o fundo terá ainda mais recursos para realizar novas contratações.

Se você está planejando sair da casa de seus pais e comprar seu primeiro imóvel, saiba que temos um conteúdo dedicado a isso, aqui.

2021 pode ser o ano para conquistar seu sonho!

Inscreva-se e receba os lançamentos no seu e-mail

Sucesso :)
Erro :(